Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Internacional


Após o golpe militar

Mali: Rápida degradação da situação humanitária no norte do país

Bamako – Depois do golpe militar no Mali, os rebeldes tuaregues tomaram o poder na região norte do país, em poucos dias.

O Movimento Nacional pela Libertação do Azawad (MNLA), o grupo islâmico Ansar Edine e a Al-Qaeda no Magrebe Islâmico disputaram as localidades mais importantes tomadas pelos revoltosos.

Kidal, Gao e Timbuktu, principais cidades do norte do país encontram-se sob o domínio dos revoltosos e os relatos das populações locais são de terror. Detenções arbitrárias, perseguições religiosas e violações têm sido testemunhadas pelas populações locais que, se debatem ainda, com a escassez de combustíveis, água e mantimentos.

O MNLA e os extremistas religiosos têm vindo a praticar diversas violações aos direitos humanos sobre a população civil perante a ausência de autoridades de segurança do país e perante o silêncio da Comunidade Internacional.

Em Timbuktu os comandos rebeldes tuaregues que tomaram de assalto a cidade têm roubado mantimentos e dinheiro às famílias. A sharia já é aplicada nas regiões sob o domínio dos extremistas religiosos, encontrando-se as mulheres proibidas de sair de casa sem estarem cobertas.

(c) PNN Portuguese News Network

2012-04-05 15:33:22

MAIS ARTIGOS...
  UE doa 136 milhões de euros para ajuda humanitária na Síria
  Alemanha adverte que mudanças na Grécia não podem afectar contribuintes europeus
  Ucrânia: Confrontos no leste causam 12 mortos
  Egipto: 27 mortos em atentados a alvos militares
  Ucrânia: Nova ronda de negociações em Minsk decorre esta sexta-feira
  Human Rights Watch preocupada com corrupção em Angola, Brasil e Guiné Equatorial
  São Tomé e Príncipe: Banco Central intervém no Banco Equador
  Governo malaio declara desaparecimento do voo MH370 «acidente»
  Comissão Europeia diz que perdão da dívida grega está «fora de questão»
  EUA pedem à Guiné Equatorial que respeite a liberdade de expressão
  Governo da Noruega quer proibir mendicidade no país
  Mãe de refém do EI pede ao primeiro-ministro japonês que salve seu filho

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:



Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Timor Digital Luanda Digital Jornal de São Tomé Cabo Verde Maputo Digital
Notícias grátis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais