Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Economia

Controlo das Contas Gerais do Estado

Técnicos do Tribunal de Contas de Cabo Verde dão formação na Guiné-Bissau

Praia - Técnicos do Tribunal de Contas de Cabo Verde vão estar, a partir desta segunda-feira, 23 de Março, até 27 de Março, na Guiné-Bissau, para ministrar uma formação sobre técnicas de controlo das Contas Gerais do Estado (CGE).

Segundo uma nota do PNUD em Cabo Verde, o evento tem o objectivo de ajudar os quadros guineenses daquela instituição nos trabalhos preparatórios necessários na emissão dos pareceres sobre a Conta Geral do Estado, bem como na elaboração do manual de auditoria e procedimentos para a CGE.

«A formação permitirá também desenvolver as competências individuais e colectivas dos quadros do Tribunal de Contas, bem como da Inspecção-Geral de Finanças do Ministério da Economia e Finanças, numa óptica de cooperação sul-sul», adiantou a fonte.

O comunicado acrescenta que emissão do parecer sobre o CGE, enquanto instrumento de controlo da execução do Orçamento do Estado pelo Governo, é uma das competências fundamentais dos Tribunais de Contas no âmbito das suas funções de fiscalização sucessiva.

O Tribunal de Contas aprecia a legalidade e a regularidade financeira do CGE, o cumprimento dos princípios e das normas da contabilidade pública, do direito financeiro e demais diplomas com implicações ao nível orçamental e económico, bem como a eficiência e eficácia relativamente ao respeito das regras de boa gestão dos recursos públicos.

A formação enquadra-se no projecto «Reforço das Competências Técnicas e Funcionais das Instituições Superiores de Controlo, Parlamentos Nacionais e Sociedade Civil para o controlo das finanças públicas nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e Timor-Leste (Pro PALOP-TL ISC)».

Financiado pela União Europeia num montante de 6,4 milhões de euros, o projecto é executado pelo escritório do PNUD de Cabo Verde e tem por finalidade o reforço das capacidades de controlo dos Tribunais de Contas e de fiscalização parlamentar das contas públicas, bem como a promoção da participação pública no processo orçamental de forma mais informada, com acções a serem realizadas em todos os PALOP e Timor-Leste durante um período de três anos (2014-2016).

(c) PNN Portuguese News Network

2015-03-23 12:40:39

MAIS ARTIGOS...
  Guiné-Bissau: Ministro das Finanças confirma crescimento económico do país
  Royal Air Maroc recruta jovens guineenses como assistentes de bordo
  Guiné-Bissau: População de Varela ameaça boicotar reunião com empresa Poto
  Guiné-Bissau: Governo pretende elaborar orçamentos realistas
  Guiné-Bissau: Governo confirma moratória de cinco anos para corte de madeiras
  Guiné-Bissau vai beneficiar por ser um dos Países Menos Avançados
  Barcos com cadávares dão à costa do Japão
  Guiné-Bissau: Banco Mundial revê despesas na Defesa e Segurança
  Hollande e Putin juntam-se para analisar em Moscovo ofensiva ao EI
  Governo assina com BAD acordos de financiamento de 19 mil milhões de Francos Cfa
  Guiné-Bissau: Governo disponibiliza mais mil milhões de Francos Cfa para financiar micro créditos
  Guiné-Bissau disposta a receber propostas de investimentos chineses

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:



Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Timor Digital Luanda Digital Jornal de São Tomé Cabo Verde Maputo Digital
Notícias grátis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais