Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Economia

Lançamento da empresa «Net Sem Fios»

Guiné-Bissau: Governo anuncia liberalização do mercado do serviço de Internet

Bissau – O Governo guineense, através da Secretaria de Estado dos Transportes e Telecomunicações, anunciou esta quinta-feira, 14 de Maio, em Bissau, que o mercado do fornecimento do serviço de Internet no país é livre.

Falando à PNN durante a cerimónia de lançamento da empresa «Net Sem Fios», um consórcio nacional das empresas portuguesas «Elmafe» e «Wifi Antena», João Bernardo Vieira, responsável pela pasta dos Transportes e Telecomunicações, informou que não é necessário ter uma licença de GSM para ter uma autorização geral de prestação do serviço de Internet.

«É bom que se saiba que quem quiser entrar neste mercado apenas necessita de pedir uma autorização à Autoridade Reguladora Nacional, por isso todos os que estão em condições de entrar no mercado da Internet no país podem fazê-lo», disse o governante.

Neste sentido, Bernardo Vieira destacou a pertinência de entrada em funções desta empresa no país, tendo encorajado outras empresas a seguirem o mesmo caminho das empresas agora em funcionamento em Bissau.

«Quero lançar um apelo e um desafio aos autores do mercado, para que possam oferecer melhor qualidade de serviços de Internet, pois acredito que com esta empresa vamos ter qualidade do serviço, pois é impensável que alguém queira abrir uma página levando cinco minutos e, em vez de se fazer disso um espaço de lazer passar a ser um momento de frustração», lamentou Vieira.

Segundo o Administrador da empresa «Net Sem Fios», Fernando Gomes, antigo ministro das Obras Publica do Governo de transição, a sua ambição consiste em fazer chegar ao país parceiros que possam investir na Guiné-Bissau.

«Aproveito para pedir a todos que trabalhem juntos na implementação das iniciativas de investimento em diferentes domínios, para alavancar a Guiné-Bissau nos patamares de desenvolvimento social», apelou Gomes.

Além do serviço de Internet, a «Net Sem Fios» vai oferecer aos seus clientes a venda de produtos informáticos de «hardware» e «software», o desenvolvimento de «websites» e «software» de gestão, sistemas de videovigilância e crachás em modelo PVC.

De referir que estas empresas constam entre muitas empresas portuguesas já a operar na Guiné-Bissau, depois de período do golpe de Estado de 12 de Abril de 2012.

(c) PNN Portuguese News Network

2015-05-14 14:02:21

MAIS ARTIGOS...
  Guiné-Bissau: Ministro das Finanças confirma crescimento económico do país
  Royal Air Maroc recruta jovens guineenses como assistentes de bordo
  Guiné-Bissau: População de Varela ameaça boicotar reunião com empresa Poto
  Guiné-Bissau: Governo pretende elaborar orçamentos realistas
  Guiné-Bissau: Governo confirma moratória de cinco anos para corte de madeiras
  Guiné-Bissau vai beneficiar por ser um dos Países Menos Avançados
  Barcos com cadávares dão à costa do Japão
  Guiné-Bissau: Banco Mundial revê despesas na Defesa e Segurança
  Hollande e Putin juntam-se para analisar em Moscovo ofensiva ao EI
  Governo assina com BAD acordos de financiamento de 19 mil milhões de Francos Cfa
  Guiné-Bissau: Governo disponibiliza mais mil milhões de Francos Cfa para financiar micro créditos
  Guiné-Bissau disposta a receber propostas de investimentos chineses

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:


Comentários
  
António Queita  2015-05-14 16:15:47
Agradeço muito, é uma boa iniciativa.

Saido Dansó  2015-05-14 16:05:24
Parabens Guiné,,,, faz falta que todo não seja para saquiar o povo que já está cansado de todo. Alegro por ver esta noticia, porque de verdade faz falta o desenvolvimento tegnologico no País. Claro que os conflitos os golpes retrocederon a Guiné um vasto passo atraz, peço a todos Guiguis que concientizamos na conservação da PAZ que é a ferramenta fundamental para lutar em prol do desenvolvimento.


Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Timor Digital Luanda Digital Jornal de São Tomé Cabo Verde Maputo Digital
Notícias grátis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais