Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Economia

Estão armazenadas 91 mil toneladas

Guiné-Bissau: Exportação de castanhas de caju vai atingir 20 mil toneladas

Bissau – A exportação de castanhas de caju na Guiné-Bissau vai atingir 20 mil toneladas e mais de 91 mil toneladas já se encontram nos diversos armazéns aguardando encaminhamento para mercado internacional, garantiu Jaimentino Co, Director-geral de Comércio e Concorrência.

Em declarações à PNN, no âmbito de um retiro que o Ministério do Comércio organiza esta sexta-feira 5 de Junho em São Domingos, Jaimentino Co, Director-geral de Comércio e Concorrência disse que até este momento tudo indica que a campanha decorra na maior normalidade. “Se as coisas continuarem assim, tudo indica que vamos ter uma boa campanha. Já saiu o primeiro navio que levou 10 mil toneladas o outro ainda esta a proceder carregamento e no final do processo podemos contabilizar com uma soma perto de vinte mil toneladas”, disse Co.

Em termos dos stocks deste produto, o Director-geral do Comércio disse que actualmente mais de 91 mil toneladas já se encontram nos diversos armazéns aguardando encaminhamento para mercado internacional. “Os dados que nos chegam a partir dos nossos postos de controlo, indicam que já temos 96 mil toneladas de castanhas em Bissau, subtraindo a quantidade de 10 mil já exportada podemos contar com aproximadamente 91 mil toneladas de castanha a exportar”, disse.

Sobre a previsão inicial do Governo de exportar este ano 200 mil toneladas de castanha de caju, o responsável da Direcção-geral do Comércio argumentou com a mudança climática que terá tido repercussões negativas nesta campanha, contudo está confiante numa boa colheita e comercialização de castanha de caju devido ao controlo apertado nas linhas fronteiriças da Guiné-Bissau.

“Para não ser muito optimista, posso dizer que ainda temos castanhas, talvez devido a mudanças do clima, já estamos na época das chuvas, existe castanha ainda nos cajueiros, mesmo que não atingirmos o valor inicial, 150 ou 180 mil toneladas de castanhas exportadas, seria um bom resultados para nós, isto também porque temos um controlo muito apertado sobre a saídas clandestinas de castanhas a nível das fronteiras”, disse Jaimentino.

No encontro desta sexta-feira em São Domingos, na qual também participa o titular da pasta do comércio António Serifo Embalo, vão ser discutidos, entre outros assuntos, a questão da fiscalização desta campanha, ambiente dos negócios, seu impacto, variação do preço de castanha no mercado desde início da campanha e a exportação da castanha.

(c) PNN Portuguese News Network

2015-06-05 08:54:44

MAIS ARTIGOS...
  Guiné-Bissau: Ministro das Finanças confirma crescimento económico do país
  Royal Air Maroc recruta jovens guineenses como assistentes de bordo
  Guiné-Bissau: População de Varela ameaça boicotar reunião com empresa Poto
  Guiné-Bissau: Governo pretende elaborar orçamentos realistas
  Guiné-Bissau: Governo confirma moratória de cinco anos para corte de madeiras
  Guiné-Bissau vai beneficiar por ser um dos Países Menos Avançados
  Barcos com cadávares dão à costa do Japão
  Guiné-Bissau: Banco Mundial revê despesas na Defesa e Segurança
  Hollande e Putin juntam-se para analisar em Moscovo ofensiva ao EI
  Governo assina com BAD acordos de financiamento de 19 mil milhões de Francos Cfa
  Guiné-Bissau: Governo disponibiliza mais mil milhões de Francos Cfa para financiar micro créditos
  Guiné-Bissau disposta a receber propostas de investimentos chineses

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:



Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Timor Digital Luanda Digital Jornal de São Tomé Cabo Verde Maputo Digital
Notícias grátis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais