Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Economia

Segundo Vasco Biaguê

Guiné-Bissau: “Ninguém controla o limite de endividamento público”

Bissau – O Presidente de Tribunal de Contas da Guiné-Bissau, Vasco Biaguê, disse esta sexta-feira, 25 de Setembro, que a instituição que preside constatou que ninguém controla no país o limite de endividamento público.

Em declarações à imprensa, no momento da entrega dos pareceres da conta geral de Estado referente ao exercício económico 2009 e 2010 à Assembleia Nacional Popular (ANP), Vasco Biaguê, disse que há uma situação completamente errática em matéria de gestão da divida pública que não é centralizada no departamento concreto do Ministério das Finanças e isto, segundo Biaguê, é grave.

“Temos mais de cem recomendações feitas à ANP e ao Governo. Se essas recomendações forem implementadas não restam dúvidas que o Tribunal de Contas está a prestar contributo significativo para a melhoria da gestão das finanças públicas” defendeu.

O Tribunal de Contas recomenda à ANP que exija ao Governo a centralização e o controle do endividamento e que aprove cada empréstimo que o Governo efectuar no futuro disse ainda o presidente do Tribunal de Contas.

“O Presidente da ANP assumiu um compromisso. Mostrou total disponibilidade em colaborar com Tribunal. Mas também, Ddisponibilidade em convocar o Governo no momento certo para a discussão das recomendações do tribunal e encontrar as melhores formas para a sua concretização” revelou.

Os pareceres entregues estão divididos em dois títulos: primeiro sobre os aspectos gerais e um segundo sobre um relatório. Nos aspectos gerais, segundo Vasco Biaguê, referiram de forma genérica não só a instituição, ou seja, a sua consagração constitucional e legal, assim como atribuição em matéria de emissão de pareceres sobre as contas gerais do estado.
No segundo título, o mais importante, diz o presidente do Tribunal, têm 9 capítulos que se debruçam sobre aspectos concretos de cada Orçamento Geral de Estado e que têm a ver com o processo orçamental, divida pública, receitas, despesas, tesouraria de Estado, património de Estado e segurança social.

“Todos esses aspectos são fundamentais para se compreender toda a dinâmica de execução orçamental no nosso país” explicou, e anunciou que, neste momento, existe uma comissão que está a trabalhar para a apresentação da conta geral de Estado referente ao exercício económico 2014 por isso, garante que “Tribunal de Contas estará à espera de receber mais contas para poder emitir o competente parecer e assim cumprir as suas obrigações consultivas perante a ANP” concluiu Vasco Biaguê, Presidente de Tribunal de Contas.

Tiago Seide

(c) PNN Portuguese News Network

2015-09-25 13:57:13

MAIS ARTIGOS...
  Guiné-Bissau: Ministro das Finanças confirma crescimento económico do país
  Royal Air Maroc recruta jovens guineenses como assistentes de bordo
  Guiné-Bissau: População de Varela ameaça boicotar reunião com empresa Poto
  Guiné-Bissau: Governo pretende elaborar orçamentos realistas
  Guiné-Bissau: Governo confirma moratória de cinco anos para corte de madeiras
  Guiné-Bissau vai beneficiar por ser um dos Países Menos Avançados
  Barcos com cadávares dão à costa do Japão
  Guiné-Bissau: Banco Mundial revê despesas na Defesa e Segurança
  Hollande e Putin juntam-se para analisar em Moscovo ofensiva ao EI
  Governo assina com BAD acordos de financiamento de 19 mil milhões de Francos Cfa
  Guiné-Bissau: Governo disponibiliza mais mil milhões de Francos Cfa para financiar micro créditos
  Guiné-Bissau disposta a receber propostas de investimentos chineses

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:


Comentários
  
Amadú Baldé  2015-09-30 12:31:13
Um bom dia, boa tarde ou boa noite, é muito bom esta ideia na verdade eu estou completamente acordo, mas o porque que vocês não iniciaram no ano de 2015 para trás (quer dizer "2015, 2014, 2013, 2012, 2011, 2010, 2009 e sou agora)nos estamos com olhos abertos olha esto não caixa.

Nos estamos com olhos abertos.



Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Timor Digital Luanda Digital Jornal de São Tomé Cabo Verde Maputo Digital
Notícias grátis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais