Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Política

O país continua sem Governo

Guiné-Bissau: “PAIGC quer promover uma governação inclusiva” diz Simões Pereira

Bissau - Domingos Simões Pereira, presidente do Partido Africano da Independência da Guiné-Bissau (PAIGC) disse que é vontade do partido promover uma governação inclusiva para garantir a estabilidade governativa na Guiné-Bissau.

Esta terça-feira, 29 de Setembro, em declaração a imprensa, após ter reunido com o presidente do Partido da Renovação Social (PRS), Alberto Nambeia, e alguns elementos do gabinete do Presidente da República considerados de uma sensibilidade que o contesta enquanto presidente do PAIGC, Domingos Simões Pereira, lamenta ainda o facto de algumas franjas dentro dos partidos políticos interpretarem mal a vontade do PAIGC de promover uma governação inclusiva.

“Temos conversado com todos. Temos esforçado no sentido de garantir a tranquilidade dos guineenses e ter uma governação que está em frente do essencial. Fui mal-entendido. Nós vamos continuar a trabalhar” garantiu.

O líder do PAIGC disse ter esclarecido ao presidente do PRS todos aspectos que ainda eram preocupação do líder dos renovadores, tendo afirmado que este irá consultar os seus órgãos competentes por isso, diz Simões Pereira, não quer avançar com os detalhes do encontro.

Domingos Simões Pereira afirma que a reunião com outra sensibilidade do seu partido vem na sequência da última reunião de Bureau Politico que considera imperiosa promover a inclusão não só para fora, mas também para dentro do partido.

“Estamos a discutir a nossa diferença. Estamos a tentar ultrapassar várias situações ainda prevalecentes, mas isso é um exercício permanente. Um partido como PAIGC tem que estar disponível para falar com todos. Hoje, o facto de nos encontrarmos chama mais atenção, mas posso-vos garantir que tenho conversado com todos aqueles que pensam diferente de mim dentro de partido” vincou.

O Presidente do PAIGC esteve esta terça-feira reunido, num dos hotéis do capital, com Octávio Lopes, Ministro director do gabinete de chefe de estado guineense, Marciano Silva Barbosa, chefe da Casa Civil, Fernando Mendonça, Conselheiro e porta-voz da Presidência da República, com o objectivo de ultrapassar o impasse político e falta de consenso que continua a impedir a formação de novo Governo liderado pelo veterano Carlos Correia, isto depois do PRS, segunda força politica do país, ter declinado o convite formulado pelo PAIGC para participar no governo.

Tiago Seide

(c) PNN Portuguese News Network

2015-09-30 08:35:45

MAIS ARTIGOS...
  ONU quer o cumprimento das leis na Guiné-Bissau
  Crise parlamentar é de natureza política e não compete aos tribunais resolver
  Presidente retoma audições com atores políticos envolvidos na crise
  CEDEAO inicia retirada militar de Bissau
  A Comunidade Internacional “pode perder paciência” com situação na Guiné-Bissau
  CPLP preocupada com situação política na Guiné-Bissau
  Tribunal anula expulsão de deputados pelo PAIGC
  Obasanjo regressa à Guiné-Bissau para tentar, mais uma vez, desbloquear impasse político
  PRS quer pacto de regime para salvar Guiné-Bissau
  Governo adverte que qualquer tentativa de violência para desestabilizar país será reprimida
  Homens armados assaltaram a residência de João Bernardo Vieira em Bissau
  Movimento de Apoio a Carlos Gomes Júnior apela ao regresso do antigo Primeiro-ministro

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:


Comentários
  
Munditica  2015-10-02 00:49:26
A este atrasado mental, rácista, ignorante com mentalidade de escravo, que aqui se referiu aos cabo-verdianos, vou-lhe dizer uma coisa. Ninguém tem culpa deste seu ódio rácista pelos cabo-verdianos, só porque são pessoas mais claras que você. Se você tem complexo da sua cor preta, então cuide-se, porque é um doente mental. Essa mentalidade de escravo que ainda persiste na cabeça de muitos guineenses, é que faz o país estar no cu do mundo. Disso é que você deveria ter vergonha.

braima djalo  2015-10-01 00:12:59
Guines nao ten sorts sempre e sufrimeto com est povo

Daniel Fernando Vaz  2015-09-30 11:45:22
beleza

  2015-09-30 09:21:22
abo nho domingos coidade esse tipo de coisa qui trage 14 do novembro no ano 80 caboverdianos éls amigos de guinnenssese so Cuando éls na manda na guine mas si nao éls ca amigos de guine ?afinal mas cabo verde dibide sabe cuma guine bissau ica angola quie podi faz cusa quie miste anos de ferénte apartir de gosse nona toma midida contra ésse tipo di pensa mento agora nona bin squi caminho de véterano falsido domingos ramos quié/ p.a.i.g/


Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Timor Digital Luanda Digital Jornal de São Tomé Cabo Verde Maputo Digital
Notícias grátis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais