Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Política

Crise política

Guiné-Bissau tem novo Governo após dois meses de impasse

Bissau - Após dois meses de impasse o Presidente da República José Mário Vaz e o primeiro-ministro Carlos Correia conseguiram chegar a um acordo sobre a composição do novo Governo guineense.

Através do decreto presidencial 12/2015, José Mário Vaz defendeu que a nomeação dos membros do Governo é uma competência partilhada entre o Chefe de Estado e o primeiro-ministro. No decreto Mário Vaz refere ainda que a partilha das pastas deve reflectir uma convergência que não foi possível na totalidade dos nomes propostos pelo chefe do Governo.

Quinze ministros e 14 secretários de Estado foram nomeados esta segunda-feira, ficando por indicar os titulares da Administração Interna e Recursos Naturais, pastas que serão assumidas interinamente pelo primeiro-ministro.

Composição do Governo liderado por Carlos Correia:

- Malai Sane, ministro da Presidência do Conselho de Ministros e dos Assuntos Parlamentares;

- Adiatu Nandigna, ministra da Defesa Nacional conselheira político-diplomático do Presidente, José Mário Vaz;

- Valentina Mendes, ministra da Mulher, Família e Coesão Social;

- Artur Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, Cooperação Internacional e Comunidades;

- Geraldo Martins, ministro da Economia e Finanças;

- Vicente Fernandes, ministro do Comércio e Indústria;

- Agnelo Regala, ministro da Comunicação Social;

- Odete Semedo, ministra da Educação;

- João Aníbal Pereira, ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural;

- Cadi Seidi, ministra da Saúde Pública;

- José António Almeida, ministro das Obras Públicas, Construção e Urbanismo;

- Aida Fernandes, ministro da Justiça, estreante no Governo, era Presidente da Comissão Nacional dos Direitos Humanos;

- Wasna Papai Danfa, ministro da Energia;

- Luís Vaz Fernandes, ministro da Função Pública e Trabalho;

- Malam Jaura, ministro do Turismo e Artesanato;


Secretários de Estado:

- Conduto de Pina, secretário de Estado da Juventude, Cultura e Desportos;

- João Bernardo Vieira, secretário de Estado dos Transportes e Comunicações;

- Ildefonso de Barros, secretário de Estado das Pescas e Economia Marítima;

- Sana Nahada, secretário de Estado dos Combatentes da Liberdade da Pátria, antigo combatente é também estreante no Governo;

- Seco Cassamá, secretário de Estado do Ambiente, estreante e técnico do ambiente;

- Luís Manuel Cabral, secretário de Estado da Ordem Pública;

- Ester Fernandes, secretária de Estado da Administração do Poder Local, estreante e era directora-geral de admiração do Território;

- Suzi Barbosa, secretário de Estado da Cooperação Internacional e Comunidades, estreante era deputada da bancada parlamentar do PAIGC;

- Degol Mendes, secretário de Estado do Plano e da Integração Regional;

- José Djo, secretário de Estado do Tesouro;

- Tomásia Manjuba, secretária de Estado do Orçamento e Assuntos Fiscais;

- Fernando Jorge Dias, secretário de Estado do Ensino Superior e Investigação Científica;

- Martilene Fernandes dos Santos, secretário de Estado da Gestão Hospitalar, estreante no Governo que em tempo desempenhava as funções da directora-geral de Saúde;

- Abu Camara, secretário de Estado do Ordenamento do Território.

(c) PNN Portuguese News Network

2015-10-13 09:04:42

MAIS ARTIGOS...
  ONU quer o cumprimento das leis na Guiné-Bissau
  Crise parlamentar é de natureza política e não compete aos tribunais resolver
  Presidente retoma audições com atores políticos envolvidos na crise
  CEDEAO inicia retirada militar de Bissau
  A Comunidade Internacional “pode perder paciência” com situação na Guiné-Bissau
  CPLP preocupada com situação política na Guiné-Bissau
  Tribunal anula expulsão de deputados pelo PAIGC
  Obasanjo regressa à Guiné-Bissau para tentar, mais uma vez, desbloquear impasse político
  PRS quer pacto de regime para salvar Guiné-Bissau
  Governo adverte que qualquer tentativa de violência para desestabilizar país será reprimida
  Homens armados assaltaram a residência de João Bernardo Vieira em Bissau
  Movimento de Apoio a Carlos Gomes Júnior apela ao regresso do antigo Primeiro-ministro

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:


Comentários
  
inocencio Paulo gomes  2015-10-13 21:00:40
Nao valia pena de tanto sacrifio perante estes nomes, um a vergonha,que governors essa

Calilo Cacum  2015-10-13 20:23:27
EU ACREDITO QUE A GUINE BISSAU TEM UM PRESIDENTE . QUE SEMPRE DEFENDE O POVO E TAMBEM FOI SEMPRE UM HOMI TRABALHADOR ONESTO E CONTRA GATUNOS NO PAIS. VIVA JOSE MARIO VAZ E VIVA A GUINE BISSAU MUITO OBRIGADO A TODOS GUINNENSES.

sibite indjai  2015-10-13 20:16:05
fiquei feliz,desejo boas sorte aos Ministros e Secretarios G. ao vosso poste.
Por favor trabalhem muitos e falarem poucos, mostram o que sabem fazer.


Paulo Rui Mendes  2015-10-13 12:21:09
Eu sou Paulo, vou agradecer todos e todas, dirigentes do políticos em guine, pelos seus organizaçães d estabilidade para comprar a nossa pais como d outros no mundo????????


Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Timor Digital Luanda Digital Jornal de São Tomé Cabo Verde Maputo Digital
Notícias grátis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais