Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Sociedade

Sector de Canchungo

Guiné-Bissau: População de Pelundo queixa-se de insegurança e aumento dos roubos de gado

Bissau – A população da Secção Administrativa de Pelundo, sector de Canchungo região de Cachéu no norte da Guiné-Bissau queixa-se de falta de segurança e de um elevado índice de roubos de gado.

Esta preocupação foi manifestada ao novo Secretário de Estado da Ordem Pública Luís Manuel Cabral durante uma visita oficial neste fim-de-semana a Canchungo e Pelundo.

Homens armados têm efectuado regularmente roubos de gados bovinos em quase todas as secções do sector de Canchungo com destaque para Pelundo, Ponta Augusto Barros e Djolmet, confirmou a vice-administradora de Secção Administrativa de Pelundo Aurélia Lopes Moreno.

Em declarações à PNN, a mesma responsável não escondeu a sua preocupação face ao aumento dos furtos de gado que se agudizou durante os últimos dois meses sem Governo no país. “Eles utilizam mesmo armas de fogo. E quase todos os dias as pessoas são atacadas quando se deslocam para os campos de lavoura num dos caminhos que ligam esta tabanca com Djolmet”, revelou ela. Segundo Pedro Mendes Pereira, Administrador do Sector de Canchungo, em apenas dois meses foram roubadas 40 cabeças de gado em diversas tabancas da região.

Como exemplo, Lopes Moreno citou uma mulher e um homem foram recentemente atacados, onde a senhora foi retirada o seu aparelho de telemóvel e outros bens, assim como o homem agredido e destruída a sua bicicleta em pleno dia nas localidades mais isoladas entre as duas tabancas.

Para combater a situação, o Governo através do Secretário de Estado da Ordem Pública, Luís Manuel Cabral, anunciou que a 19 de Outubro o executivo vai colocar em Pelundo efectivos da Polícia da Ordem Publica, composto maioritariamente pela Polícia da Intervenção Rápida, em reforço à unidade já presente em Canchungo.

“A partir desta segunda-feira, vamos enviar polícias para este local com a finalidade de defender a integridade física da nossa população aqui, porque estamos agora a ter informações de que ladrões que frequentam estas tabancas actuam com armas de fogo incluindo armadas de guerra que um simples popular não pode ter na sua posse”, disse Cabral.

Sumba Nansil

(c) PNN Portuguese News Network

2015-10-19 13:42:06

MAIS ARTIGOS...
  Mau tempo no Instituto de Meteorologia
  Governo garante que enfermeiros vão receber onze meses de salários em atraso
  Intoxicação alimentar provocou a morte de duas pessoas em Suzana
  Crise Política cada vez mais agudizada
  Está controlado o surto de diarreia
  Governo reforça medidas contra a pesca ilegal
  Ex-Chefe adjunto da contra inteligência militar condenado a 10 anos de prisão
  Ex-administrador da SAD do União de Leiria recapturado na Gâmbia
  Presumíveis agressores do Ministro Orlando Mendes Veigas vão ser julgados
  Comissário Nacional da Polícia da Ordem Publica exonerado
  Guiné-Bissau em risco de colapso da capacidade de resposta judiciária
  MAI disponibiliza mais de 1.300 homens para garantir a segurança no Natal e Ano Novo

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:



Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Timor Digital Luanda Digital Jornal de São Tomé Cabo Verde Maputo Digital
Notícias grátis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais