Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Internacional

Antes do final do ano

Arábia Saudita vai executar mais de 50 pessoas por alegadas acções ou intenções terroristas

Riade - A Arábia Saudita prepara-se para até ao final do ano, executar mais de 50 pessoas por alegadas acções ou intenções terroristas. Parte dos condenados tinha menos de 18 anos na altura da acusação.

As execuções por decapitação deverão ocorrer em diversas cidades sauditas, numa das sextas feiras que restam deste ano, após as orações do dia.

Segundo a análise de um exilado saudita em Londres, Saad al Faqih, citada pelo «The Independent», esta decisão deve-se a um «braço de ferro» entre o ministro do Interior, o príncipe Mohammad bin Nayef, e o ministro da Defesa, príncipe Mohammad bin Salman.

Sobre o fundamento das acusações de «terrorismo», o diário britânico cita uma carta das mães de cinco detidos, três deles com idades inferiores a 18 anos, «Afirmamos que os nossos filhos não mataram nem feriram ninguém. As sentenças basearam-se em confissões extraídas sob tortura, julgamentos em que lhes foi vedado o contacto com os advogados de defesa e juízes que mostraram sempre a sua parcialidade a favor da acusação».

As autoridades sauditas negam a prática de tortura, mas a Amnistia Internacional diz que há provas claras do contrário. «Estas execuções não deviam acontecer. A Amnistia Internacional está contra a pena de morte em quaisquer circunstâncias».

De acordo com o The Independent, no ano passado contaram-se 90 execuções no reino saudita. Só este ano já serão pelo menos 151. As execuções agora iminentes serão as primeiras por alegações de terrorismo.

(c) PNN Portuguese News Network

2015-11-27 15:29:31

MAIS ARTIGOS...
  UE e Turquia reúnem-se para analisar distribuição de refugiados
  Suíça divulga lista de contas inactivas sem herdeiros
  EUA: Escolas reabrem em Los Angeles
  Arábia Saudita lidera coligação de países islâmicos para combate ao terrorismo
  Merkel põe restrições à entrada de refugiados na Alemanha
  Professor esfaqueado em Paris indivíduo que invocou o Estado Islâmico
  Estado Islâmico dirige-se ao interior da Líbia «por causa do petróleo»
  Mulheres sauditas vão votar pela primeira vez este sábado
  Coreia do Norte: Kim Jong-un confirma que país tem bomba de hidrogénio
  Angela Merkel foi eleita «personalidade do ano» pela revista Time
  Identificado terceiro terrorista do ataque ao Bataclan em Paris
  EUA: Depois do ataque na Califórnia Obama promete destruir o DAESH

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:



Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Timor Digital Luanda Digital Jornal de São Tomé Cabo Verde Maputo Digital
Notícias grátis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais