Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Política

Alertou Olusegun Obassanjo

A Comunidade Internacional “pode perder paciência” com situação na Guiné-Bissau

Bissau – Olusegun Obassanjo, mediador da Comunidade de Estados da África Ocidental (CEDEAO) para crise política na Guiné-Bissau, advertiu que a Comunidade Internacional pode perder paciência com a situação politica no país.

Obassanjo fez estas declarações em Bissau após a reunião na tarde desta quarta-feira, 10 de Fevereiro, com actores políticos guineenses na presença de representantes de vários organismos, entre as quais as Nações Unidas, União Africana, a Comunidade de Estados da África Ocidental e a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

Para além desta chamada de atenção, o antigo presidente da Nigéria considera que a solução da actual crise política na Guiné-Bissau passa pelos próprios guineenses e que a Comunidade Internacional não tem proposta para a saída da crise.

Obassanjo, que esteve em Bissau por algumas horas, manteve igualmente encontros separados com a Mesa da Assembleia Nacional Popular e a Direcção do Partido Africano da Independência da Guine e Cabo Verde (PAIGC), assim como com uma delegação do Partido da Renovação Social (PRS) e os deputados expulsos do PAIGC estiveram presentes num encontro que o enviado da CEDEAO realizou com o Presidente da República.

Também, Hernâni Coelho, Ministro dos Negócios Estrangeiros do Timor Leste, no quadro da delegação da CPLP que está em Bissau, considerou que a crise política na Guiné-Bissau é preocupante, e reiterou que a CPLP não trouxe nenhuma proposta para sua saída, cabendo aos guineenses encontrar a solução.

(c) PNN Portuguese News Network

2016-02-11 15:04:06

MAIS ARTIGOS...
  ONU quer o cumprimento das leis na Guiné-Bissau
  Crise parlamentar é de natureza política e não compete aos tribunais resolver
  Presidente retoma audições com atores políticos envolvidos na crise
  CEDEAO inicia retirada militar de Bissau
  CPLP preocupada com situação política na Guiné-Bissau
  Tribunal anula expulsão de deputados pelo PAIGC
  Obasanjo regressa à Guiné-Bissau para tentar, mais uma vez, desbloquear impasse político
  PRS quer pacto de regime para salvar Guiné-Bissau
  Governo adverte que qualquer tentativa de violência para desestabilizar país será reprimida
  Homens armados assaltaram a residência de João Bernardo Vieira em Bissau
  Movimento de Apoio a Carlos Gomes Júnior apela ao regresso do antigo Primeiro-ministro
  Ministros ouvidos na Procuradoria-Geral da República por supostos indícios de corrupção

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:


Comentários
  
Vensam Gomes  2016-02-17 18:01:16
Carro comentador da situação politica da Guiné-Bissau. O senhor so sabe dizer as coisas que são fabricadas pela sua boca! Por preconceitos nascional a sua visão não chega là. Ainda fata muitas coisas a preder na vida politica. Hoje em dias hà muitas comentadores politicas e que não conseguem pindurar o remo na Lança para percorrer tantas milhas. O senhor não passa à ser de aqueles que metem as àguas nas fervuras. È sô pela sua carra indéntifica o tal fugitivo! Ès indentificado como as pessoas que fazem parte dos inimigos da nossa independencia e da democracia. Desde a nossa indepencia ate data presente os destruidores da nossa independencia são aqueles que sô pensam nas construições das mosquitas nos redores de capital "Bissau" o senhor ainda tenta criar os outros campos de batalhas? A quem destruiu o Partido PAIGC e o pais são os tipos mosquiteiros comunitarissimos. Por que estão envolvidos em ambas partes na criação do énéopotissimo no estado democratico!
A fê étinicos " Pepeis, Balantas, Manjacos, Mancanhe, Félupes, Bijogos" estava ao lado dos dois irmãos " JMAV e DSP. Era o unico objectivo que todos cidadãos estava a espera, apostaram nos dois ao desenvolvimento da Guiné Bissau. Mas hoje os dois foram destruidos por intermediarios mentirosos mosquiteiros, que destruiram o pais desde a independencia ate data de hoje! Porque são os inimigos da nossa independencia! È so por esta via que vocês querem intermitidos? De sentar a espera do dinheiro de fogo, sem sofrer ou transpirar! A Guihé Bissau não pode continuar a viver com os clientalissimo, inopotissimo, lacaissimos governementais, mentirosos mosqueiteiros, encrazadores ( Barridores de paja)na base alargada. Os filhos nativos da Guiné Bissau têm que estar dos pês firmis de modo a por fins à esse tipo das manobras dos clientalissimos no nosso pais! A Guiné Bissau jà sofreu e superou também à varios anos esse tipo das manobras!
Sô por essa via dos mentirosos, lacaios etc... Guiné Bissau perdeu por voltas de centenas dos seus filhos de grandes invergaduras politicas e sabias em tadas os orizontes! Agora pergunte-vôs, o desevolvimento do pais é por via de lacalssimo mosguiteiros? Intermitidos, vigaristas, ambissão do poder?


Xirimbimbi João Mwangolê - Luanda  2016-02-12 08:23:58
Estes bissau - guinenses são tipo animais selvagens, nunca se entendem porque. Um pais no mundo com tantos golpes de estado, muitos assassinatos, muitos odeio, inveja entre os politicos e dirigentes. Mas voçês não sentem a vergonha? É triste e vergonhoso dizer que sou da Guine Bissau.


Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Timor Digital Luanda Digital Jornal de São Tomé Cabo Verde Maputo Digital
Notícias grátis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais