Links Úteis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Sociedade

Reunião do Conselho de Ministros

Governo reforça medidas contra a pesca ilegal

Bissau – Com a aprovação de um Decreto que altera a Lei Geral de Pescas, o governo guineense decidiu agravar as penas contra os navios que pescam ilicitamente nas águas territoriais da Guiné-Bissau.

A medida foi anunciada esta quinta-feira, 18 de fevereiro, através de um comunicado do Conselho de Ministros. O executivo pretende ainda reforçar as competências e meios de atuação do Serviço Nacional de Controlo e Fiscalização em Atividades de Pescas (FISCAP).

Durante o Conselho de Ministro foi também decidido protelar para a próxima sessão a discussão do Decreto relativo aos estatutos do Instituto Nacional de Coordenação de Ajudas Não Governamentais, tendo sido mandatados os ministros da Economia e Finanças, dos negócios estrangeiros para apresentarem uma proposta conjunta que absorva as recomendações já apresentadas.

Fazendo referência ao ministério das Obras Publicas, o executivo recomendou ao seu titular apresentar um projeto de diploma que reconheça e confirma o caráter de utilidade pública da Ordem Nacional dos Arquitetos da Guiné-Bissau, pretendendo assim criar as condições para a defesa e promoção da arquitetura nacional.

O comunicado do Conselho de Ministros termina com a recondução de Olívio Pereira nas funções de Secretário-geral do Governo.

(c) PNN Portuguese News Network

2016-02-19 10:02:06

MAIS ARTIGOS...
  Mau tempo no Instituto de Meteorologia
  Governo garante que enfermeiros vão receber onze meses de salários em atraso
  Intoxicação alimentar provocou a morte de duas pessoas em Suzana
  Crise Política cada vez mais agudizada
  Está controlado o surto de diarreia
  Ex-Chefe adjunto da contra inteligência militar condenado a 10 anos de prisão
  Ex-administrador da SAD do União de Leiria recapturado na Gâmbia
  Presumíveis agressores do Ministro Orlando Mendes Veigas vão ser julgados
  Comissário Nacional da Polícia da Ordem Publica exonerado
  Guiné-Bissau em risco de colapso da capacidade de resposta judiciária
  MAI disponibiliza mais de 1.300 homens para garantir a segurança no Natal e Ano Novo
  Guiné-Bissau: Brasil prevê formar mais de 300 agentes das forças de segurança até ao final de 2016

Comentários

Nome:

E-mail:

Comentário:



Hospedagem de Sites Low CostJornal Digital Cabinda Digital Timor Digital Luanda Digital Jornal de São Tomé Cabo Verde Maputo Digital
Notícias grátis no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais